segunda-feira, 30 de março de 2009

Burton e Mallarmé: obrigado Poe!

Primeiro trabalho em stop-motion de Tim Burton, Vincent (1982), conta a história de um menino de 7 anos, chamado Vincent Malloy. Ele é leitor de Edgar Allan Poe e sonha ser um grande ator de filmes de terror. Seu ídolo é Vincent Price, que narra a animação feita a partir de um poema de Burton. Para os leitores do blog O Vertebral, o curta legendado.


video


"Tombeau d’Edgar Poe" foi escrita em 1877 por Stéphane Mallarmé, cujo verdadeiro nome era Étienne Mallarmé, poeta e crítico literário francês.


O túmulo de Edgar Poe

Tal que em si mesmo enfim a eternidade o muda,
O poeta suscita com uma espada desnuda
Seu século assustado de não ter percebido
Que a noite triunfava em sua voz estranha!

Como um vil sobressalto de hidra ouvindo o anjo
Dar sentido mais puro às palavras da tribo,
Proclamaram bem alto o sortilégio aurido
No fluxo degradado de uma negra mistura.

Do solo hostil e a nuvem hostil, ah quanta afronta!
Se nossa idéia falha em esculpir um relevo
De que o túmulo de Poe, deslumbrante, se orne,

Calmo bloco caído aqui de um desastre obscuro,
Que esse granito oculte ao menos seu contorno
Aos negros vôos da Blasfêmia esparsos no futuro.


Nenhum comentário: